sexta-feira, março 30, 2012

Irmandade, ... Por Lupe Ces


Por Lupe Ces [*]
30.03.2012


Em jornadas como a que vivemos hoje, é quando sucedem cousas que passados os anos podemos ver narradas em filmes ou novelas. Este é o caso do que a continuaçom vou-vos narrar.

Desde primeira hora da tarde do mércores um grupo de afiliadas à CIG, estivérom realizando labores de reténs no sindicato. A noite foi longa, os piquetes iam polo sindicato a intercambiar informaçom, e recuperar forças. Quando amanheceu, e os piquetes recobravam umha actividade mais intensa, as companheiras tenhem noticia de que um Gadis do bairro, abrira as suas portas. Desde umha das xanelas do sindicato pode-se ver o local da CNT. Nom duvidarom, “companheiros, Gadis está aberto!”. Um grupo de sindicalistas “vizinhos”, pom-se em movimento. Á volta, desde as xanelas “subide tomar um café ou um bocata”. Hai quem está remarcando no dia de hoje a divissom entre os sindicatos convocantes da folga geral. Esforço inútil, o capitalismo está unindo-nos numha grande irmandade.

[*] Por Lupe Ces Rioboo -Caranza Ferrol 1953, é mestra, activista social, integrante da Marcha Mundial das Mulleres. Forma parte do Colectivo Ártabra 21.

Blogue persoal: Caranza free opiniom
______________________

5 comentarios

Os companheiros e companheiras eram militantes da CNT de Betanzos que vinheram a apoiar a greve e as manifestaçons em Ferrol.

Saúde

Boas.
Eu son un deses betanceiros.Por riba de mil diferencias que haxa, os traballadores e traballadoras temos que facer das nosas relacións un mundo de fraternidade.

... e se por riba a fraternidade ven acompañda dun café quentiño, mellor que mellor.

Saúde e loita compañeiras!!

Inspirador artigo e parabéns a todas e todos por umha jornada tam guapa.

Eu gostei de ver entre entre os piquetes o pessoal do 15m e já de dia, ao chegar à Praça de Armas na manifestaçom, gostei muitíssimo de ver o cartaz na Praça do Concelho que punha

Nin Reforma nin Ostias
Precárixs Indignadxs

Elevar a voz mostrando o que se é é sempre é bonito. Somos quem somos. Algumha cousa está a melhorar. A irmandade é o caminho ;)

Abraço!

... xa o dicía Juan Pardo "xunt@s máis fortes"...co pobo, na rúa, A LUITA CONTINUA !!!

Ainda tivemos que dar-lhe a este Gadis antes de ir a Alcampo pola tarde,Isso fijo que um grupo chegaramos tarde e nom puideramos entrar a gozar da "hospitalidade" no interior, pois já estava a bofia protegendo a multinacional. As companheiras já nos contaram o que se passou e que bem conta Lupe acima. A nossa sé foi efetivamente a casa do POVO.Sejam benvind@s quando quiger, eu já estivem algumha vez no seu local e nunca fum tratado doutro geito que coma um irmao e sei que podo atopar acobilho em caso de necesidade. Galeg@s e obreir@s coma nos, som tam necesári@s coma a água de maio e digo-o eu desde o marxismo-independentista.


Por favor, o contido do seu comentario debe estar relacionado co asunto do artigo.

Prega-se o maior respecto coas persoas, polo que ataques persoais e insultos serán eliminados.

Por favor, non use os comentarios, só para facer propaganda do seu sitio ou será eliminado.
EmoticonEmoticon